segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

BLOCO LIBERDADE E ÁGUA LIMPA NO CARNAVAL DE BH 2017



O BLOCO LIBERDADE E ÁGUA LIMPA agradece aos moradores do bairro Planalto pela excelente recepção quando da apresentação no sábado de carnaval. Estaremos em breve voltando ao Planalto. Um grande abraço a Marinha nossa Rainha de honra do bloco e todos os moradores.

SAUDAMOS A PORTELA QUE VENCEU O CARNAVAL DAS ESCOLAS DE SAMBA DO RIO DE JANEIRO EM 2017 COM O ENREDO DE DEFESA DA ÁGUA. NA VERDADE É UMA VITÓRIA DE TODOS QUE LUTAM POR UM MEIO AMBIENTE SADIO COM QUALIDADE DE VIDA PARA TODOS

O BLOCO LIBERDADE E ÁGUA LIMPA ESTARÁ REALIZANDO SUAS RODAS DE SAMBA DURANTE O ANO SAUDAÇÕES A TODOS
“BRILHOU NO CÉU, NOS ESPAÇO SIDERAL, LIBERDADE E ÁGUA LIMPA VEM BRILHAR NO CARNAVAL DE BH ...”

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

BLOCO LIBERDADE E ÁGUA LIMPA




 UM BLOCO DE BELO HORIZONTE - MG - BRASIL

 QUE SURGIU DAS RODAS DE SAMBA E CAPOEIRA, TEM COMO PRINCÍPIO A VALORIZAÇÃO DA PESSOA HUMANA, DE NOSSAS RAÍZES CULTURAIS, DO MEIO AMBIENTE E DE TODOS QUE PROCURAM MELHOR QUALIDADE DE VIDA E CONQUISTA  DE DIAS MAIS FELIZES PARA TODOS




SEJAM BEM VINDOS

POLÍTICA NACIONAL DE RECUPERAÇÃO DA VEGETAÇÃO NATIVA

INSTITUÍDA A POLÍTICA NACIONAL DE RECUPERAÇÃO DA VEGETAÇÃO NATIVA
  Foi publicado no Diário Oficial da União, no dia 24/01/2017, o Decreto nº 8.972, de 23 de janeiro de 2017, que institui a Política Nacional de Recuperação da Vegetação Nativa- Proveg.
  A Proveg foi instituída com o objetivo de articular, integrar e promover políticas, programas e ações indutoras da recuperação de florestas e demais formas de vegetação nativa e impulsionar a regularização ambiental das propriedades rurais brasileiras, em área total de, no mínimo 12 milhões de hectares, até 31 de dezembro de 2030 e, contemplará, dentre outras, as seguintes diretrizes:
  • Promoção da adaptação à mudança do clima e a mitigação de seus efeitos; 
  • Prevenção de desastres naturais; 
  • Proteção dos recursos hídricos e a conservação dos solos; 
  • Estímulo à recuperação de vegetação nativa com aproveitamento econômico e com benefício social.
De acordo com a norma, a Proveg será implantada por meio do Plano Nacional de Recuperação da Vegetação Nativa- Planaveg, que será estabelecido no prazo de até 180 dias, a contar da data da publicação deste Decreto, por meio de portaria interministerial.
O Planveg deverá observar algumas diretrizes, entre as quais:
  • Sensibilização da sociedade acerca de insumos e serviços ligados à recuperação da vegetação nativa; 
  • Melhoria do ambiente regulatório e o aumento da segurança jurídica para a recuperação da vegetação nativa com aproveitamento econômico;
  • Fomento à pesquisa, ao desenvolvimento e à inovação de técnicas referentes à recuperação da vegetação nativa.
 O Decreto ainda institui a Comissão Nacional para Recuperação da Vegetação Nativa - Conaveg, que terá como competências coordenar a implementação, o monitoramento e a avaliação da Proveg e do Planaveg, revisar o Planaveg a cada 4 anos, interagir e pactuar com instâncias, entidades e órgãos estaduais, distritais e municipais sobre os mecanismos de gestão e implementação da Proveg e do Planaveg, entre outras.
Sugerimos a leitura completa do Decreto nº 8.972, de 23 de janeiro de 2017